No último domingo (16/05) o Jornal Primeira Página publicou uma notícia sobre a situação orçamentária da UFSCar. A matéria, que tem como título “Com orçamento 21% menor, UFSCar avalia suspender atividade”, aponta as dificuldades financeiras enfrentadas pela instituição. 

Segundo a reportagem apenas 60% do orçamento geral da universidade foi liberado em 2021 e, se não houver uma revisão orçamentária, a instituição só conseguirá continuar funcionando até o meio do segundo semestre. O cenário apresentado pela reitora Ana Beatriz de Oliveira é preocupante: cerca de 18 mil estudantes de graduação e pós-graduação deixarão de ser atendidos e mais de 700 pesquisas em andamento, incluindo 250 que estudam a COVID-19, serão suspensas.

A UFSCar sofre cortes sistemáticos no orçamento desde 2015, mas, em especial nos últimos 4 anos, os cortes foram ainda mais volumosos. Para seguir funcionando, a instituição teve que realizar uma série de adaptações a fim de enxugar os gastos e chegou ao seu limite. No ano de 2021 o orçamento sofreu um corte de 21% em relação ao ano de 2020, que, segundo a reitoria, deixa de afetar apenas a administração e passa a afetar diretamente a atividade fim da universidade.

 Nossa universidade é uma das muitas Instituições Federais de Ensino (IFES) que estão sendo estranguladas pelo governo federal de Jair Bolsonaro.

No início de maio, a ANDIFES (Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior) publicou um alerta à sociedade brasileira, denunciando a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2021 e apontando suas consequências às 69 instituições federais brasileiras. O ANDES (Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior) apontou que o impacto dos cortes coloca em risco também os Institutos Federais de educação profissional. O SINTUFSCar denuncia essa política de desmonte do ensino público federal e soma seus esforços à outras entidades nacionais da educação (FASUBRA Sindical, ANDES-SN, SINASEFE, UNE e FENET) que estão organizando o “Dia de Luta e Resistência em Defesa da Educação”.

Na próxima quarta-feira (19/05) vamos retransmitir uma live organizada por essas entidades na página do SINTUFSCar (https://www.facebook.com/SINTUFSCar) e compartilhar notícias sobre os atos espalhados pelo país. Deliberamos em assembleia de nossa categoria que, nesse momento da pandemia, não iríamos puxar manifestações presenciais para manter nossa segurança, mas seguimos nos mobilizando virtualmente.

#TiraAmãoDaEducação
#ForaBolsonaroeMourão
#ContraOsCortesNaEducação
#ContraasIntervenções

Para saber mais:

https://www.jornalpp.com.br/noticias/cidades/com-orcamento-21-menor-ufscar-avalia-suspender-atividade/

https://www.andifes.org.br/?p=89092

https://www.andes.org.br/conteudos/noticia/instituicoes-publicas-de-ensino-ameacam-fechar-as-portas-devido-aos-cortes-orcamentarios1

https://fasubra.org.br/noticias/19-5-dia-de-luta-e-resistencia-em-defesa-da-educacao/